sábado, 12 de setembro de 2015

Vamos todos caboclar na luz mágica dos Pampas e nas Serras Catarinenses

Caboclada – é um substantivo feminino que significa grupo de caboclos ou ação/atitude próprias de caboclo. Mas para os "passarinheiros"  (aqueles que apreciam e/ou observam aves) tem outro significado. Significa fazer uma “tour” para observar determinadas espécies de aves conhecidas como papa-capins, também chamados de sporophilas ou caboclinhos. Sporo vem do grego sporus que significa "semente" e phila, que também se origina do grego, significa “que gosta”.

E como você faz para observar os papa-capins? É só procurar a Seledon Turismo, comandada pelo amigo Maicon Mohr, em parceria com o guia ornitológico Adrian Rupp, que eles disponibilizam um pacote de viagens chamado Caboclada.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Meu primeiro milhar de espécies de aves. Metas propostas, metas atingidas! Assim que eu gosto!


Quando comecei a ver as fotos belíssimas que os amigos começaram a fazer do maxalalagá (Micropygia schomburgkii) na Flona Brasília, doravante apelidado de "mala-lalagá" ou simplesmente "malinha", eu fiquei super a fim de registrá-lo. Em conversa com as amigas Rose Almeida e Fernanda Fernandex, decidimos ir as três ver o bicho, guiadas pelo grande Jonatas Rocha.

Rose, Jonatas, eu e Fernanda

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Emendando passarinhadas...De Ilhabela para Brasília


Parte 1 - Ilhabela e a Coruja-preta

28 e 29/10/2014  
Eu estava alucinada para fotografar a Coruja-preta (Strix huhula). Era uma necessidade ornitológica obsessiva-compulsiva... rs rs rs ... Os prováveis lugares para encontrá-la eram Brasília, onde já tinha uma viagem programada e Rio Claro/SP onde o amigo Gustavo Pinto vinha registrando essa maravilhosa espécie. Em relação à Brasília, o guia Jonatas Rocha havia me antecipado que desde fevereiro que ela não era avistada.

A notícia pior foi quando o amigo Gustavo contou que, por ações inadequadas de algumas pessoas que visitaram o local sem autorização, os dirigentes do Parque em Rio Claro proibiram a visitação noturna. Fiquei extremamente chateada. Passaram-se alguns dias e o Gustavo me passou uma mensagem informando sobre o achado do nosso amigo e guia Demis Bucci em Ilhabela. Ele localizara a Coruja-preta (Strix huhula) naquela localidade. Entrei em contato imediatamente com ele e programamos a nossa ida para lá.

Lancei o convite no Quero Passarinhar e dois amigos, de pronto, responderam interessados. Marcamos de ir na terça-feira (28/10/14) com volta na quarta. Trabalhei pela manhã, saí depois do almoço e fui com o Demis, sua esposa Aline e a pequena Sofia encontrar com o resto do pessoal, os amigos Rosemarí Júlio e Aluisio Ferreira.
 
Demis, Eu, Aluisio e Rosemarí - by self timer Demis