sábado, 5 de julho de 2008

Invenção do hot-dog

O hot-dog como o conhecemos hoje, com o tradicional pão de cachorro-quente, foi introduzido pelo comerciante de origem bávara Anton Feuchtwanger durante a Feira de Compras da Louisiana, na cidade de St. Louis, em 1904.

Ele emprestava luvas brancas para que seus fregueses pudessem comer as salsichas quentes e picantes que fazia. A maioria das luvas não era devolvida e seu estoque começou a cair. Assim, ele acabou pedindo ajuda ao seu cunhado, que era padeiro. Este improvisou um novo tipo de pão que pudesse conter a salsicha. Estava inventado o popular cachorro-quente.


Os americanos chamavam as “frankfurters” de “salsichas dachshund”. Esta raça de cachorro, originária da Alemanha, possui corpo comprido e pernas curtas, o que combinava bem com o formato das “frankfurters”.

Mas de onde saiu o nome deste sanduíche?
O cachorro-quente era originalmente chamado de "frankfurter" devido ao seu lugar de origem; a cidade de Frankfurt, Alemanha. Mas desde o começo as pessoas o chamavam de "daschund sausage" (salsicha daschund), porque ele se parecia com o cachorro daschund, comprido e magro.

O termo "hot-dog" foi inventado num dia frio de abril, por Harry Stevens, responsável pelos alimentos vendidos em um estádio que estava tendo prejuízo com as vendas de sorvete e refrigerantes gelados. Ele teve a idéia de mandar seu empregado comprar todas as salsichas que encontrasse, e o mesmo número de pães.

Em menos de uma hora seus vendedores estavam nas ruas com um carrinho com compartimento para água quente e com a inscrição "Get your dachshund sausages while they´re red hot!" ("Compre suas salsichas dachshund enquanto elas estão quentes e vermelhas!").

Ao mesmo tempo, o cartunista “Tad” Dorgan estava na cabine de imprensa do estádio e quase no final do prazo para enviar o seu cartum para a redação do jornal onde trabalhava, o “The New York Journal”.

Ao ouvir os vendedores ele fez um cartum com um simpático dachshund latindo no meio de um pão. Como o desenhista não sabia como se escrevia aquele complicado nome de cachorro, simplesmente deixou "hot dog". O desenho foi uma sensação, e assim nascia a expressão cachorro-quente.

Estatísticas: Os americanos consomem cerca de 20 bilhões de hot dogs por ano. Durante o campeonato americano de beisebol, eles comem 26 milhões de hot dogs. Cada americano come, em média, 60 hot dogs por ano.


Fontes: National Hot Dog and Sausage Council
(www.hot dog.org) e Enciclopédia Britannica.
Equilíbrio Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar meu Blog pessoal!